Como Identificar Problemas no Motor

Sempre que se fala em compra de um carro pensa-se em todos os prós e contras, além de tudo aquilo que se deseja para o automóvel, buscando o maior conforto e comodidade possível, mas é muito comum deixar de lado as partes técnicas como a mecânica do carro, afinal, existem profissionais para isso.

O que não se pode esquecer é que muitos acidentes acontecem pela falta de manutenção do veículo e muitos motoristas nem, ao menos, sabem reconhecer quando o veículo está com problemas, por isso, conheça algumas maneiras de identificar problemas na principal peça do automóvel: o motor.

O Som

O primeiro sinal que o motor mostra de que algo está errado é o seu som, por isso, é preciso ficar atento aos barulhos diferentes que ele pode estar fazendo, pois quando há algo errado, o motor apresenta ruídos incômodos.

É importante ressaltar que esse cuidado precisa ser tomado desde a compra do veículo, pois esses problemas no motor, podem ser notados desde o começo pelos famosos “bate pinos” ou som de como se o carro estivesse “engasgado”.

O Lubrificante

Outro ponto importante que deve ser levado em consideração é o lubrificante, pois quando o motor começar a ter pouco, os problemas começarão a aparecer e na maioria das vezes, o som do motor pode estar normal, mas com a falta de lubrificante é possível perceber que há problemas.

O baixo nível de lubrificante faz com que as peças entrem em atrito e se desgastem com maior facilidade.

O Painel

Na maioria das vezes o painel do carro é o maior indicar de problemas, por isso é preciso prestar atenção às suas luzes e indicações, além de saber interpretá-las da maneira correta.

Um exemplo são as luzes do da bateria e do alternador que devem estar estáveis no momento da partida, mas devem apagar no momento em que o motor estiver ligado.

O Escapamento

Outra maneira de observar se há algum problema com o motor é observando a fumaça que saí do escapamento, para esse teste, ligue o carro por alguns minutos e gaste combustível até que comece a sair fumaça, se ela estiver anormal ou com cheiro forte, é indício de que algo está errado.

Esse simples teste pode indicar se há problemas de má condição térmica do motor ou até mesmo a queima de óleo vazado.

Exemplos

Existem alguns exemplos que podem ser citados e que indicam, genericamente, que o carro pode precisar de alguns reparos ou que precisa ser observado mais minuciosamente como, por exemplo, o alto consumo de combustível, problemas de alinhamento e problemas na parte elétrica como faróis e lanternas.

Imagem de Amostra do You Tube

Estes são alguns dos exemplos que devem ser observados, mas é importante ressaltar que a manutenção preventiva é e sempre será a melhor opção para evitar problemas piores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Links Patrocinados
Categorias